Decada primeira (-terceira) da Asia de João de Barros : dos feitos que os portuguezes fezerão no descobrimento & conquista dos mares & terras do Oriente : dirigida ao Senado da Camara desta cidade de Lisboa : com todas as licenças necessarias.
Author Barros, João de, 1496-1570
Publisher Em Lisboa : Impressa per Iorge Rodrigue
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-medium 3 v.
Abstract João de Barros, historiador, renascentista português, nasceu por volta de 1496, provavelmente em Viseu, e morreu em 20 de outubro de 1570, na quinta de S. Lourenço, próximo da Ribeira de Litém. Entrou para o serviço do Rei D. Manuel desde menino, onde teve seus primeiros mestres e escreveu sua primeira obra, um romance de cavalaria, a Chronica do Imperador Clarimundo. Em 1525, foi nomeado tesoureiro e, em 1533, feitor da Casa da Índia, posto que lhe permitiu ter acesso a numerosas e autênticas fontes, tornando-se um dos historiadores mais importantes da expansão portuguesa. Quando o governo de D. João III estabeleceu para o Brasil o regime das capitanias hereditárias, a João de Barros e a dois associados (Aires da Cunha e Fernão de Álvares de Andrade) foi concedido o trato de terra que ia do Rio Grande ao Maranhão. Em 1531, morreu Lourenço de Cáceres, que deveria escrever a história da Índia, e foi esta, então, confiada a João de Barros, seu sobrinho. Em 1552, saía a primeira das Décadas da Ásia. Além dos trabalhos históricos , escreveu o tratado Rópica pneuma (Mercado espiritual); o Diálogo da viciosa vergonha; o Diálogo sobre preceitos morais; uma gramática da língua portuguesa e uma cartilha para aprender a ler. Dedicou-se às línguas e às letras clássicas, à Geografia, à História e à Cosmografia. A obra está assim dividida: da primeira à quarta década, por João de Barros, em oito volumes; um volume contendo a obra de João de Barros, por Manuel Severim de Faria , e o índice das quatro décadas; da quarta à décima segunda década, de Diogo do Couto, em quinze volumes, aí incluído o índice das Décadas de Couto. Contém, ainda, nas obras, retratos de João de Barros, do Infante D. Henrique e de Afonso de Albuquerque e cinco cartas geográficas. Segundo Brunet, as Décadas XI e XII parecem estar abreviadas. Classifica, também, esta como uma bela edição e que substitui com vantagens as anteriores. A primeira edição Da Asia de João de Barros e de Diogo de Couto foi publicada em Lisboa, em 1522, por Germão Galhardo.
Subject Portugal, história (1385-1580)
Descoberta geográfica, Portugal
Descobrimento do Brasil (1500)
Description Após a data de impressão: "Aa custa de Antonio Gonçalves mercador de livros"Esta foi a segunda edição da obra, sendo conhecida como "Edição do Senado" (Telles da Sylva).Referência: Diccionario Bibliographico Portuguez / Innocencio Francisco da Silva, v. 3, p. 322, 1859
Date 1628
URI http://bd.camara.gov.br/bd/handle/bdcamara/18068

Show full item record Show simple item record



Files in this item

Name: Size: Format: Visualização
decada_primeira_barros volume1.pdf 306.9Mb Adobe/PDF Thumbnail
decada_primeira_barros volume2.pdf 353.1Mb Adobe/PDF Thumbnail
decada_primeira_barros volume3.pdf 418.2Mb Adobe/PDF Thumbnail
decada_primeira_barros volume1_qrcode.png 1.796Kb PNG image Thumbnail
decada_primeira_barros volume2_qrcode.png 1.793Kb PNG image Thumbnail
decada_primeira_barros volume3_qrcode.png 1.743Kb PNG image Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)